21 anos sem Renato Russo: relembre os grandes sucessos de Legião Urbana

renatorusso

 

Nesta quarta-feira (11) completam-se 21 anos da morte de Renato Russo, um dos maiores ídolos da história do rock nacional. O líder da banda Legião Urbana compôs músicas que marcaram toda uma geração, sucessos que encantam fãs de todas as idades até os dias atuais. Para matar um pouco da saudade, relembre 15  grandes sucessos da banda:

15 – A VIA LÁCTEA

Presente no álbum ‘A Tempestade’ (1996), o último da banda com Renato vivo, a música é a única do trabalho que possui uma gravação final feita pelo cantor. No restante do álbum, ouve-se apenas a primeira gravação, de base, que Renato fez para as músicas.

14 – PERFEIÇÃO

Num período complicado para o Brasil e para a vida pessoal de Renato Russo, lidando com dependência química e o tratamento contra o HIV, a Legião Urbana lança em 1993 o álbum ‘O Descobrimento do Brasil’, que conta com a faixa ‘Perfeição’, pedindo amor em meio ao caos.

13 – HÁ TEMPOS

Considerado por muitos a obra-prima da Legião Urbana, o álbum ” As Quatros Estações’ (1989) traz um dos maiores clássicos do grupo, ‘Há Tempos’, imortalizado em seu primeiro verso : “Parece cocaína, mas é só tristeza”.

12 – ANDREA DORIA

Presente no álbum ‘Dois’ (1986), a faixa faz uma analogia entre o fim de um relacionamento e o naufrágio de um navio – o título da canção é o mesmo de um transatlântico italiano que afundou nos anos 1950.

11 – MENINOS E MENINAS

Também de ‘As Quatro Estações’, a música traz um Renato Russo cantando sem medo que gosta de “meninos e meninas” e pedindo para que deixem ele “viver como é bom”.

10 – ÍNDIOS

Em mais uma metáfora entre a tragédia e o amor, a Legião Urbana entrega mais uma música imortalizada no álbum ‘dois’.

9 – MONTE CASTELO

Num ode ao amor, também presente em ‘As Quatro Estações’, ‘Monte Castelo’ utiliza versos do ‘Soneto 11’, de Luiz de Camões, e do Capítulo 13, do livro Coríntios, da Bíblia.

8 – GERAÇÃO COCA-COLA

A Legião Urbana cantou uma geração desde o seu primeiro álbum homônimo lançado em 1985, com a crítica reticente de início, e que só depois veio a consagrar o trabalho da banda.

7 – FAROESTE CABOCLO

Com mais de nove minutos de duração, a música, do álbum ‘Que País é Este’ (1987), conta a saga de Santo Cristo, que revoltado pela morte da família vai para Brasília e por lá acaba se envolvendo com o tráfico de drogas. Existem muitas teorias sobre a origem da canção, mas o próprio Renato Russo declarou uma vez que era tudo inteiramente ficção.

6 – TEATRO DOS VAMPIROS

Em mais uma das grandes metáforas da obra de Renato Russo, o compositor utiliza a faixa, do álbum ‘V’ (1991), feita para a trilha sonora da novela ‘Vamp’, para falar da situação político-econômica do Brasil na época.

5 – QUE PAÍS É ESTE

Lançada no álbum de mesmo nome, a música até hoje serve como trilha para a situação política do nosso País.

4 – TEMPO PERDIDO

Um dos maiores clássicos da banda, também do ‘Dois’, a música tem uma das letras mais memoráveis do grupo e foi utilizada no título da cinebiografia de Renato Russo, ‘Somos Tão Jovens’.

3 – QUASE SEM QUERER

Mais uma música do ‘Dois’, ‘Quase Sem Querer’ é um dos maiores hinos do grupo sobre o amor.

2 – EDUARDO E MÔNICA

Canção favorita nos karaokês e nas aulas de violão, ‘Eduardo e Mônica’, também do ‘Dois’, foi um desafio da banda nas rádios, ao contar a história de um casal em uma música sem refrão.

1 – PAIS E FILHOS

Com uma letra pesada e triste, falando sobre um suicídio, ‘Pais e Filhos’ é o maior dos clássicos da Legião Urbana. Durante uma participação em um programa de TV, no ano de 1994, Renato falou sobre o teor da canção: “Essas músicas refletem um momento da minha vida que eu não gosto de lembrar mais”.

 

Fonte: A Tarde | Uol