Estreias do cinema brasileiro – 9 de agosto

Tem MUITA estreia no cinema brasileiro nesta semana! Bora prestigiar o cinema nacional? 

animal-cordial

O ANIMAL CORDIAL

Direção: Gabriela Amaral Almeida
Gênero: Suspense
Sinopse: Inácio (Murilo Benício) é o dono de um restaurante de classe média, por ele gerenciado com mão de ferro. Tal postura gera atritos com os funcionários, em especial com o cozinheiro Djair (Irandhir Santos). Quando o estabelecimento é assaltado por Magno (Humberto Carrão) e Nuno (Ariclenes Barroso), Inácio e a garçonete Sara (Luciana Paes) precisam encontrar meios para controlar a situação e lidar com os clientes que ainda estão na casa: o solitário Amadeu (Ernani Moraes) e o casal endinheirado Bruno (Jiddu Pinheiro) e Verônica (Camila Morgado).

os-incontestaveis

OS INCONTESTÁVEIS

Direção: Alexandre Serafini
Gênero: Aventura
Sinopse: Belmont convida o irmão, Maurício, para uma viagem em busca de um carro Maverick que pertencia ao seu pai, desaparecido há anos. Os dois embarcam em uma aventura familiar movida a conhaque, rock pesado, humor negro e psicodelia. No caminho, eles vão confrontar o passado para que, finalmente, consigam encarar um novo destino.

PARA SEMPRE CHAPE

Direção: Luis Ara Hermida
Gênero: Documentário
Sinopse: Em 2016, a Chapecoense, time de futebol da cidade de Chapecó, se classificou para a final do campeonato Sul-Americano, algo inédito para o clube até então. No entanto, a trajetória histórica foi interrompida no dia 28 de novembro do mesmo ano, quando o avião que transportava o time para a grande partida sofreu um grave acidente, provocando a morte de 71 pessoas. Depois de meses de luto e muita comoção, a Chapecoense se reergueu e deu continuidade ao legado daqueles que partiram, rumo ao topo novamente.

virgens-accorentadas

VIRGENS ACORRENTADAS

Direção: Paulo Biscaia Filho
Gênero: Terror/comédia
Sinopse: Shane (Ezekiel Z. Swinford) é um jovem aspirante a diretor de filmes de terror. Com ajuda da namorada Chloé (Kelsey Pribiski), ele escreve um roteiro muito bom, mas não consegue o dinheiro necessário para produzi-lo. Por isso, a dupla muda os planos: eles constroem uma história mais simples, que pretendem filmar mesmo sem dinheiro. Nasce “Virgens Acorrentadas”, um projeto sem roteiro finalizado, elaborado por pessoas pouco experientes e cercada de problemas de produção. No entanto, talvez alguns dos atores tenham um gosto real pela tortura e violência, colocando a equipe em risco. Durante as filmagens, os limites entre realidade e ficção começam a se apagar.

como-fotografei

COMO FOTOGRAFEI OS YANOMAMI

Direção: Otavio Cury
Gênero: Documentário
Sinopse: Este é um retrato aprofundado dos profissionais de saúde que trabalham na região indígena Yanomami. São enfermeiros e técnicos em saúde que dedicam suas vidas a tratar os habitantes dos pequenos abrigos isolados nos confins da floresta, onde esses profissionais de saúde formaram seus polos de atuação.

SER TÃO VELHO CERRADO

Direção: André D’Elia
Gênero: Documentário
Sinopse: Os moradores da Chapada dos Veadeiros, preocupados com o fim do Cerrado em Goiás, procuram novas formas de desenvolver a região sem agredir o meio ambiente em que vivem. O desafio, agora, é conciliar os interesses relacionados ao manejo da Área de Proteção Ambiental do Pouso Alto. Para isso, a comunidade científica, grandes proprietários de terra e defensores do meio ambiente iniciam um diálogo delicado, mas necessário.

ESTRADEIROS

Direção: Sérgio Oliveira, Renata Pinheiro
Gênero: Documentário
Sinopse: Road movie que passa por Peru, Buenos Aires, São Tomé das Letras, Recife e São Paulo, mas sem destino definido. Registra o estilo de vida dos que vivem livres no mundo, nômades no sub-continente da América Latina.

 

Fonte: AdoroCinema