#ListaPrime: 8 Filmes brasileiros que dão vontade de viajar

Não somos o Travel Box Brazil, mas vamos te dar algumas dicas de viagem na #ListaPrime da semana! O site BuzzFeed Brasil divulgou uma lista com ‘8 Filmes brasileiros que dão vontade de viajar’ e nós do Prime trazemos ela para você! Olha só:

 

1. Pela Janela (2017), direção: Caroline Leone

Em cartaz nos cinemas, Pela Janela conta a história de e Rosália (Magali Biff), uma operária que, após ser demitida aos 65 anos de idade, é levada pelo irmão numa viagem de carro à Argentina, onde acaba conhecendo um mundo diferente, que desperta nela uma jornada de transformação interior. O longa vem sendo elogiado pela crítica brasileira e internacional. Clique aqui para conferir as salas que estão exibindo.

 

Pela Janela conta a história de Rosália (Magali Biff), uma operária que, após ser demitida aos 65 anos de idade, é levada pelo irmão numa viagem de carro à Argentina, onde acaba conhecendo um mundo diferente, que desperta nela uma jornada de transformação interior. O longa vem sendo elogiado pela crítica brasileira e internacional. 

 

2. Cinemas, Aspirinas e Urubus (2005), direção: Marcelo Gomes

Em 1942, no meio do sertão nordestino, dois homens vindos de mundos diferentes se encontram. Um deles é um alemão fugido da 2ª Guerra Mundial, que dirige um caminhão e vende aspirinas pelo interior do país. O outro é um homem simples que sempre viveu no sertão e que, após ganhar uma carona de Johann, passa a trabalhar para ele como ajudante. Aos poucos surge entre eles uma forte amizade.

 

Em 1942, no meio do sertão nordestino, dois homens vindos de mundos diferentes se encontram. Um deles é um alemão fugido da 2ª Guerra Mundial, que dirige um caminhão e vende aspirinas pelo interior do país. O outro é um homem simples que sempre viveu no sertão e que, após ganhar uma carona de Johann, passa a trabalhar para ele como ajudante. Aos poucos surge entre eles uma forte amizade.

 

3. Bye Bye Brasil (1980), direção: Cacá Diegues

Salomé (Betty Faria), Lorde Cigano (José Wilker) e Andorinha são três artistas ambulantes que cruzam o país juntamente com a Caravana Rolidei, fazendo espetáculos para o setor mais humilde da população brasileira e que ainda não tem acesso à televisão. A eles se juntam o sanfoneiro Ciço (Fábio Jr.) e sua esposa, Dasdô (Zaira Zambelli), e a Caravana cruza a Amazônia até chegar a Brasília.

 

Salomé (Betty Faria), Lorde Cigano (José Wilker) e Andorinha são três artistas ambulantes que cruzam o país juntamente com a Caravana Rolidei, fazendo espetáculos para o setor mais humilde da população brasileira e que ainda não tem acesso à televisão. A eles se juntam o sanfoneiro Ciço (Fábio Jr.) e sua esposa, Dasdô (Zaira Zambelli), e a Caravana cruza a Amazônia até chegar a Brasília.

 

4. Diários de Motocicleta (2004), direção: Walter Salles

Esse é uma co-produção entre Brasil e vários países, mas o diretor é brasileiro, então vale né? O filme apresenta a história de Che Guevara (Gael García Bernal) quando era um jovem estudante de Medicina que, em 1952, decidiu viajar pela América do Sul com seu amigo Alberto Granado (Rodrigo de la Serna). A viagem é realizada em uma moto, que acaba quebrando após 8 meses. Eles passam a seguir viagem através de caronas e caminhadas, conhecendo novos lugares e pessoas. Em Machu Pichu a dupla conhece uma colônia de leprosos e questiona a validade do progresso econômico da região, que privilegia apenas uma pequena parte da população.

 

Esse é uma co-produção entre Brasil e vários países, mas o diretor é brasileiro, então vale né? O filme apresenta a história de Che Guevara (Gael García Bernal) quando era um jovem estudante de Medicina que, em 1952, decidiu viajar pela América do Sul com seu amigo Alberto Granado (Rodrigo de la Serna). A viagem é realizada em uma moto, que acaba quebrando após 8 meses. Eles passam a seguir viagem através de caronas e caminhadas, conhecendo novos lugares e pessoas. Em Machu Pichu a dupla conhece uma colônia de leprosos e questiona a validade do progresso econômico da região, que privilegia apenas uma pequena parte da população.

 

5. Árido Movie (2006), direção: Lírio Ferreira

Jonas (Guilherme Weber) é o repórter do tempo de uma grande rede de TV, que mora em São Paulo mas está rumo à sua cidade-natal, localizada no interior do nordeste. O motivo é a morte de seu pai (Paulo César Pereio), com quem teve pouquíssimo contato e que foi assassinado inesperadamente. Jonas enfrenta problemas para chegar à cidade, até que recebe carona de Soledad (Giulia Gam), uma videomaker que está fazendo um documentário sobre a água no sertão. Ao chegar ele encontra uma parte da família a qual não conhecia até então, que lhe cobra que se vingue da morte do pai.

 

Jonas (Guilherme Weber) é o repórter do tempo de uma grande rede de TV, que mora em São Paulo mas está rumo à sua cidade-natal, localizada no interior do nordeste. O motivo é a morte de seu pai (Paulo César Pereio), com quem teve pouquíssimo contato e que foi assassinado inesperadamente. Jonas enfrenta problemas para chegar à cidade, até que recebe carona de Soledad (Giulia Gam), uma videomaker que está fazendo um documentário sobre a água no sertão. Ao chegar ele encontra uma parte da família a qual não conhecia até então, que lhe cobra que se vingue da morte do pai.

 

6. Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo (2009), direção: Marcelo Gomes e Karim Aïnouz

José Renato (Irandhir Santos) tem 35 anos, é geólogo e foi enviado para realizar uma pesquisa, onde terá que atravessar todo o sertão nordestino. Sua missão é avaliar o possível percurso de um canal que será feito, desviando as águas do único rio caudaloso da região. À medida que a viagem ocorre ele percebe que possui muitas coisas em comum com os lugares por onde passa. Desde o vazio à sensação de abandono, até o isolamento, o que torna a viagem cada vez mais difícil.

 

José Renato (Irandhir Santos) tem 35 anos, é geólogo e foi enviado para realizar uma pesquisa, onde terá que atravessar todo o sertão nordestino. Sua missão é avaliar o possível percurso de um canal que será feito, desviando as águas do único rio caudaloso da região. À medida que a viagem ocorre ele percebe que possui muitas coisas em comum com os lugares por onde passa. Desde o vazio à sensação de abandono, até o isolamento, o que torna a viagem cada vez mais difícil.

 

7. Além da Estrada (2010), direção: Charly Braun

Santiago (Esteban Feune de Colombi) é um jovem que chega ao Uruguai para conhecer as terras herdadas por ele, em decorrência da morte de seus pais quatro anos antes. No caminho para a pequena cidade de Rocha ele dá carona a Juliette (Jill Mulleady), uma jovem belga que está no país em busca de um antigo namorado. Juntos eles cruzam as estradas do país e encontram várias figuras locais, se aproximando cada vez mais.

 

Santiago (Esteban Feune de Colombi) é um jovem que chega ao Uruguai para conhecer as terras herdadas por ele, em decorrência da morte de seus pais quatro anos antes. No caminho para a pequena cidade de Rocha ele dá carona a Juliette (Jill Mulleady), uma jovem belga que está no país em busca de um antigo namorado. Juntos eles cruzam as estradas do país e encontram várias figuras locais, se aproximando cada vez mais.

8. Central do Brasil (1998), direção: Walter Salles

E claro que não poderia faltar esse. Um dos road movies mais aclamados dos anos 90, Central do Brasil conta a história de Dora (Fernanda Montenegro) que trabalha escrevendo cartas para analfabetos na estação Central do Brasil, no centro da cidade do Rio de Janeiro. Ainda que a escrivã não envie todas as cartas que escreve - as cartas que considera inúteis ou fantasiosas demais -, ela decide ajudar um menino (Vinícius de Oliveira), após sua mãe ser atropelada, a tentar encontrar o pai que nunca conheceu, no interior do Nordeste.

E claro que não poderia faltar esse. Um dos road movies mais aclamados dos anos 90, Central do Brasil conta a história de Dora (Fernanda Montenegro) que trabalha escrevendo cartas para analfabetos na estação Central do Brasil, no centro da cidade do Rio de Janeiro. Ainda que a escrivã não envie todas as cartas que escreve – as cartas que considera inúteis ou fantasiosas demais -, ela decide ajudar um menino (Vinícius de Oliveira), após sua mãe ser atropelada, a tentar encontrar o pai que nunca conheceu, no interior do Nordeste.

 

Fonte: https://www.buzzfeed.com/leandroc498aafbb0/8-filmes-brasileiros-que-dao-vontade-de-viajar-1l36p?utm_term=.ht3M9M1oK

logo-prime