Veste Rio: conheça os Novos Talentos participantes da próxima edição

Quem gosta de novidade já sabe: o Veste Rio é um prato cheio. O evento, que volta ao Píer Mauá entre 11 e 15 de abril, vai apresentar ao público a plataforma de Novos Talentos, que reúne 10 grifes selecionadas pelos times Ela e Vogue.

Nesta edição, estreiam no grupo as marcas Keymono, Marcelo Von Trapp e Esc. Saiba um pouco mais sobre as participantes na lista abaixo, feita em ordem alfabética.

Augustana

Ideia da psicóloga Natalia Paes, a marca tem um estilo atemporal e foi ganhando corpo com a participação em eventos cariocas e até virar a profissão de sua criadora. Hoje Natalia tem como sócia sua melhor amiga, a arquiteta Carolina Jappour.

Desfile da Augustana no Veste Rio, em 2017 – Brenno Carvalho / Agência O Globo

 

Esc

Nascida no Rio de Janeiro e criada para o mundo, a marca de beachwear aposta em criações que traduzem um lifestyle feminino, sexy e descontraído. “Sempre busco referências musicais e esse sentimento foi o ponto de partida para essa temporada”, diz o diretor-criativo, André Lucian.

O inverno 2018 da marca Esc – Divulgação

 

Haight

Com modelagens “não-trandicionais de uma moda praia autêntica”, a marca rompe barreiras com peças capazes de transitar nos mais diferentes ambientes. Modelagens minimalistas e sofisticadas são oferecidas em peças atemporais e versáteis.

 

 
Apresentação da Haight no Veste Rio, em 2017 – Brenno Carvalho / Agência O Globo

 

Keymono Project

A marca das designers Mariana Barreto e Thaysa Jafet está interessada em colaborar com o crescimento e o desenvolvimento do poder feminino. As coleções são sempre inspiradas na arte, no design e no processo de aceitação da mulher consigo mesma e de todo seu potencial.

Modelo veste peça da Keymono – Reprodução/Facebook

 

Lucas Barros

Arquiteto e urbanista por formação, Lucas Barros faz experimentações com estamparia artesanal em tecidos e diversos materiais, que servem como suporte para busca de novas texturas.

Criação de Lucas Barros apresentada no Veste Rio 2017 – Ana Branco / Agência O Globo

Luisa Farani

Com peças marcadas por um minimalismo despretencioso, Luisa Farani tem uma bagagem de respeito. Quando morou em Londres, ela trabalhou na Issa, na época ainda sob comando da brasileira Daniella Helayel, e fez cursos para aprender o lado mais técnico da profissão de estilista no London College of Fashion.

Peças de Luisa Farani apresenradas no Veste Rio, em 2017 – Brenno Carvalho / Agência O Globo

 

Marcelo Von Trapp

Peças clássicas com um apego muito forte ao trabalho manual e à alfaiataria, a marca também tem um posicionamento de luxo e só usa produtos nacionais e contrata profissionais que estejam próximos territorialmente, segundo Marcelo.

Criação de Marcelo Von Trapp – Reprodução/Instagram

 

Neriage

A textura, o estudo da matéria e suas possibilidades são os motes da Neriage. A ideia é levar para o universo da moda o cuidado de uma obra de arte, onde a base é o corpo e a textura é a extensão dele.

 

Marca desfilou em 2017, no Veste Rio – Adriana Lorete / Agência O Globo

The Paradise

Criada por Thomaz Azulay e Patrick Doering, a marca produz peças em edição limitada a partr do conceito de que cada roupa funciona como uma tela em branco. Cabe à dupla adicionar pinceladas de estampas exuberantes, texturas e brilhos.

A The Paradise mantém o DNA trazendo estampas exuberantes na passarela – Daniel Mattar

 

Wymann

Pautada num estilo minimalista tropical, a marca propõe uma simbiose entre o estilo de vida carioca e o ar descomplicado europeu.

Peças da Wymann em seu desfile no Veste Rio, em 2017 – Brenno Carvalho

Fonte: O Globo