SPFW N47: highlights dia 6

O sexto e último dia de São Paulo Fashion Week foi encerrado pela Cavalera, que voltou a semana de moda depois de 7 temporadas longe das passarelas. O último dia também foi marcado por um acontecimento muito triste: o modelo Tales Cotta morreu enquanto desfilava pela Ocksa. 

 

LUCAS LEÃO – Projeto Estufa

Lucas Leão trouxe peças ultracoloridas celebrando a terceira edição da marca no São Paulo Fashion Week.

 

KORSHI – Projeto Estufa

A Korshi é uma marca inspirada em funcionalidade e objetos mutáveis. O estilista Pedro Korshi diz que sua coleção não é uma promessa apenas de roupas do futuro e sim uma solução para o agora.

 

LED

A LED volta para a passarela do São Paulo Fashion Week com a coleção ‘LED ZANGADA’, o trabalho da marca foi desenvolvido como arte-resistência. Para construir esta coleção, a marca convidou a ilustradora Thereza Nardelli, autora do desenho “ninguém solta a mão de ninguém” para criar os grafismos nas estampas das peças.

 

OCKSA

A estreante no Ocksa  trouxe para a coleção uma paleta de cores bem variadas, indo do preto e cinza até cores mais vibrantes como o vermelho e amarelo, modelagens mais soltas em estilo oversized foram predominantes. Infelizmente o modelo Tales Cotta morreu após um mal súbito em meio ao desfile.

 

FLÁVIA ARANHA

A estreante Flavia Aranha, nome forte na moda sustentável, trouxe ao SPFW uma coleção toda em tons crus, de ocre e vermelho, com tecidos naturais como a palha de seda e a fibra de malva (material que simula o linho).

 

PIET

Com direção criativa de Pedro Andrade, a Piet em sua segunda edição do São Paulo Fashion Week trouxe uma coleção inspirada em uniformes, trazendo a passarela inclusive referências a NBA (liga americana de basquete).

 

CAVALERA

A Cavalera está de volta às passarelas do SPFW, resgatando sua essência e legitimidade através da coleção Back tothe Roots. Inspirada pela cultura de rua, a coleção transpira a personalidade dos movimentos vanguardistas: quebra paradigmas, veste suas vontades e protesta pelo mundo que acredita. Na coleção a forte presença do preto, branco e vermelho com  interferências em neons e metálicos criam um novo significado para irreverência CAVALERA.

 

FONTE: SPFW | AGÊNCIA FOTOSITE